sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Só hoje?


Amor tem tempo? Amor tem regras? Perguntas pertinentes quando se trata de quem vamos falar. Deixemos de lado o que diz o dicionário Aurélio, o que vamos falar aqui trata-se de uma história que se sobrepõe a qualquer definição, que sai pelas laterais e se faz autônoma e diferente. Um casal, duas vidas, uma só história. Quem conhece sabe, amor admirado, amor correspondido e acima de tudo amor simples. Um jovem, uma jovem, um olhar e a vida toda para continuar. Talvez, se  dependesse de uma certa música que guia os dois desde o início seria "Só hoje",  estranhamente!
Pois este "só hoje" já dura 8 anos, dias, noites, tardes e madrugadas brindadas e seladas com o amor. Sem definições, não existem maneiras de encaixá-las aqui. Uma Thais, Um Gilson e um tal amor. Diferente por natureza, surpreendente a cada dia.  Pode-se até tentar falar, mas o que eles pensam?  "só hoje" vou te amar um pouco mais? "Só hoje" vou te dar carinho e te compreender ainda mais?  É um "só hoje" que  amanhã será um "só hoje de novo".  O amor não tem fórmulas, não é algo redundante a dizer, é algo que confirma toda esta "biografia" de um romance. Vidas entrelaçadas que renasce em um LINDO olhar. Mãos pequenas e macias. Sorriso ainda sem dentes, fragilidade que requer cuidado, amor que dobra o amor. Existe explicação para tanta motivação?
Romance a três, que não se prende a adversidade. Amor compartilhado que cresce a cada dia. Olhares cruzados e refeitos em um só  olhar. Vidas  misturadas que resultam em um só corpo, até então pequeno e frágil mas suficiente para transformar o que já era bom em algo ainda melhor. Provisão de Deus! Benção divina. Chuva de felicidade para abençoar o que já era concessão de Deus. Amor a dois que gerou mais amor. 3 vidas, uma história,  na independência do Brasil seres que simplesmente se tornaram dependentes do sentimento mais belo, puro e verdadeiro, que em sua totalidade nem pode ser atrelado a palavra depender, pois amor que é amor depende unicamente da sua existência. Depende apenas de um "só hoje" que se repete a cada amanhecer.  Que ninguém duvide que o amor renasce, se Deus diz que o homem une-se a mulher e torna se um só temos neste texto a materialização do renascimento. Ela vem com nome de Maria, é sinônimo de alegria e assim com tal sentimento relatado em todo este texto traz consigo um sentimento infinito.  e ao acordar todo dia, diga para si mesmo: vou ser feliz só hoje! Assim, todos os dias, você aproveitará todos os momentos, grandes e pequenos. Deixe que o tempo se encarregar de somar todos os seus "só hoje" e fazer dele uma LINDA história. Viva! com qualquer humor, com qualquer sorriso.....Viva!

Um comentário:

  1. Olá, sou um autor; estive visitando seu blog e, digo-lhe de passagem, gostei muito, tanto que já sou seu seguidor. Dê-me a honra e visitei o meu! Quem sabe, minhas obras lhe agradem!
    Um abraço,
    J.R.Viviani
    http://vendedordeilusao.blogspot.com

    ResponderExcluir